A nota fiscal eletrônica é um método simples e prático desenvolvido para modernizar a emissão de notas fiscais no nosso país. Esta facilidade ainda não é tão popular como o modelo tradicional de emissão: o papel. Mas estipula-se que em breve, ele fique mais popular e conquiste mais espaço no comércio.

Quer entender melhor como funciona esta facilidade? Continue a ler e descubra!

O que é a emissão eletrônica?

Este projeto foi iniciado por volta do ano de 2016, sendo obrigatório somente para contribuintes do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ou do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Caso você não tenha certeza se a sua empresa se encaixa nesse perfil, procure a Receita Federal mais próxima de você e se informe sobre a sua situação!

Você pode aderir a este método a qualquer momento. Por enquanto, o uso da nota fiscal eletrônica é facultativo, entretanto, a ideia é que em breve ela se torno obrigatória.  Ficou interessado na emissão da NF-e? Entenda a segui como ela funciona passo a passo.

Como fazer a emissão de nota fiscal eletrônica?

Para que sua empresa se torne emissora da nota fiscal é eletrônica é necessário seguir alguns procedimentos. Em primeiro lugar você deve:

  • Identificar qual o tipo de nota fiscal que a sua empresa emite.
    Existem diversos tipos de notas distribuídas em categorias diferentes. Elas podem ser de produto: podendo ser emitida de acordo com qualquer transição como compre, venda, remessa, entre outros, de mercadoria; do consumidor: geralmente utilizado no varejo; e a de serviços: que funciona para qualquer tipo de prestação de serviço.
  • Checar o cadastro da empresa de acordo com o governo.
    Esta etapa é importante para a emissão do NF-e. Além de saber o tipo de nota que você emite, é preciso saber qual o enquadramento da sua empresa.
  • Obtenha um certificado online.
    O certificado online, ou Certificado digital, permite que ao emitir a sua nota fiscal, ela tenha validade integral através d euma assinatura eletrônica. Você deve adquirir esta assinatura por intermédio de uma instituição credenciada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP), apta a gerar este tipo de certificado.
  • Faça seu credenciamento na secretaria da fazenda.
    Além dos requisitos mencionados acima, você precisa estar cadastrado n Secretaria de Estado da Fazenda para poder passar a emitir a nota fiscal eletrônica corretamente. Mas não se assuste! O cadastro é simples. Informe-se quanto a Secretária de sua região.
  • Adote um software emissor de NF-e.
    Obviamente, você vai precisar de um software adequando para passar a emitir as notas e existem vários tipos disponíveis no mercao. Basta encontrar o que for mais compatível com o seu negócio!